Home Data de criação : 09/03/09 Última atualização : 11/10/17 11:16 / 27 Artigos publicados

Florêncio de Abreu - Pague e Pesque  (25 de março temditudo) escrito em sexta 03 abril 2009 07:11

artigos de pesca, dicas, dicas de compras em são paulo, florêncio de abreu

 

 

                  História de pescador: pacu no laço

 

Fui num pesqueiro na cidade de Congonhal - Sul de Minas,
levando comigo um amigo que estava pela primeira vez.
Rapidamente, com tudo pronto, era só esperar. E, foi rápido, a linha esticou
e dei aquela fisgada, e fui trabalhando até que retirei um pacu, de cerca de
1kg. Assustado meu amigo me alertou que o peixe não estava fisgado.
Realmente, ao levantar a linha com io peixe percebi que o anzol estava
livre, leve e solto, sendo que a linha havia passado pelas guelras do peixe
e envolta do rabo, voltando à cabeça. Eu havia laçado aquele pacu!!!!!!

Gentileza: Henrique Laraia EMail: henrique@overnet.com.br

Florêncio de Abreu - a rua do Pague e Pesque !

Não é mentira: na R. Florêncio de Abreu, trecho compreendido entre a Av Senador Queiroz e a Rua Paula Souza, concentram-se as melhores lojas de artigos de pesca do Brasil. Quem quer ir para uma pescaria com algum equipamento diferente de uma velha vara de bambu e a latinha de leite condensado cheia de terra e minhocas para isca pode encontrar por lá todos os apetrechos tanto para a pesca esportiva em alto mar como para a pesca de girinos no córrego do sítio. Tudo em artigos e acessórios de pesca esportiva e pofissional, mergulho, vela, náutica, caça submarina e campismo.

Algumas dicas são permanentes. Para qualquer tipo de pescaria, o mais importante é que a pessoa equilibre o equipamento, ou seja, adapte o material a ser utilizado com o tipo de peixe desejado. A pescaria em si é muito vasta. Desde a variedade de peixes, ao equipamento utilizado e também ao ambiente onde ela é realizada. Tudo depende do tipo de peixe que a pessoa quer pescar. É importante, na hora da aquisição, que o futuro usuário seja devidamente orientado para a compra de um equipamento de qualidade e que seja balanceado para o tipo de pescaria que ele deseja fazer.  É também durante a pesquisa de materiais e preços e no ato da aquisição que o futuro pescador deve pedir todo o auxílio possível, a fim de acumular conhecimentos sobre o uso dos equipamentos para tornar a pesca mais prazerosa e gratificante.

A utilização de iscas naturais ou artificiais é um outro capítulo à parte. De acordo com Maciel, depois de algum tempo usando iscas naturais, os pescadores, sentindo-se mais conhecedores do esporte, aderem à utilização das iscas artificiais, que podem ser pequenos objetos de madeira, plástico, metal e outros. O importante é saber o hábito alimentar das espécies para escolher a isca.

Glossário para leigos
Para os inexperientes na arte da pesca, algumas palavras e expressões podem parecer estranhas. Pensando nisso, segue abaixo alguns “verbetes”, com seus respectivos significados:
• chicote – linha principal na qual se colocam os anzóis atados com pedaçoes de linha de náilon, a chumbada, o snap e um girador (para o caso de pesca com molinete).
• chumbada – fragmento de chumbo (ou pedra) preso à rede ou à linha de pescar. Conserva a linha esticada, o que ajuda o pescador a perceber “fisgadas” na linha.

• corrupto – tipo de crustáceo decápode (que tem dez pés, patas ou outro membro do sistema locomotor). Alguns tipos medem poucos centímetros, enquanto outras espécies que habitam lagoas formadas por corais chegam a alcançar 30 cm.

• girador – também chamados de destorcedor, o girador tem a função de evitar a torção da linha, que pode acontecer, principalmente se o pescador estiver utilizando o molinete.

• molinete – espécie de bobina fixada no cabo de uma vara de pescar e sobre a qual se enrola a linha.

• snap – feito de aço, sua utilidade está no momento da troca da isca artificial sem precisar cortar a linha e fazer outro nó. Também é chamado de grampo.

• vara telescópica – tipo de vara que pode ser feita de carbono, fibra de vidro, ou, quando misturados esses dois materiais, de mix carbon. Cada uma delas é destinada a um tipo de pescaria. Quando o objetivo é a captura de peixes segurando a vara o tempo todo, por exemplo, recomenda-se o uso da vara de carbono. Se for possível o uso do suporte para vara, prefira as de fibra de vidro ou de mix carbon, que são mais resistentes e também flexíveis.

Alguns endereços:

Sugoi Big Fish - R. Florêncio de Abreu, 655 Fones: 3329.9005

Shigeo Pesca  - R. Florencio de Abreu, 631 Fones: 3326.0431

Casa Âncora - R. Florêncio de Abreu, 653 Fones: 3326.7676 / 3312.0384 

O Elefante Esportivo - R. Florêncio de Abreu, 613  Fones: 3327.5003 / 3329.2326

Mabel Caça e Pesca - R. Florencio de Abreu, 656 Fones: 3228.1244

 

Compartilhar

Faça um comentário!

(Opcional)

(Opcional)

error

Importante: comentários racistas, insultas, etc. são proibidos nesse site.
Caso um usuário preste queixa, usaremos o seu endereço IP (54.87.15.219) para se identificar     


1 comentário(s)

  • Agare.com

    Sex 17 Fev 2012 16:58

    A rua florencio de abreu é famosa por lojas de ferramentas e epi , conheça a angare.com, e compre tudo em EPI, e Poliuretano
    www.angare.com


Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para dicasdecomprasaopaulo

Precisa estar conectado para adicionar dicasdecomprasaopaulo para os seus amigos

 
Criar um blog